Planejar o casamento é um trabalho em equipe

É comum que uma das pessoas do casal acabe se ocupando mais com o planejamento do casamento. Às vezes isso acontece porque um tem mais disponibilidade de tempo do que o outro ou tem mais habilidade para lidar com esse tipo de situação.

No entanto, é importante lembrar que ninguém se casa sozinho e que planejar o casamento talvez seja um dos primeiros grandes projetos que vocês terão que fazer juntos em equipe. Neste texto, separamos três dicas valiosas para tornar o planejamento do casamento a dois mais leve, prático e eficiente.

1. Conversem, mas escutando um ao outro

Pode parecer óbvio, mas é importante você escutar e estar aberto à opinião do outro sobre todos os detalhes da festa. Afinal, o casamento é um sonho de duas pessoas e precisará ser imaginado, planejado e realizado pelas duas juntas. Aquela brincadeira de que a “opinião do noivo não importa”, além de não fazer sentido no contexto de um casamento, pode acabar atrapalhando o diálogo e tornando os preparativos mais difíceis.

Por isso, nossa dica é: conversem sobre tudo – principalmente sobre aqueles pontos que vocês ainda não chegaram a um consenso.

2. Sejam criativos

A decisão mais difícil do casamento não é a lista de convidados, o local, a data, a cor da roupa ou o site do casamento. Mas qualquer coisa que vocês ainda não tenham chegado a um consenso.

Muitas vezes, quando há uma situação de indecisão sobre algum item do planejamento, ela se constrói porque cada pessoa tem a sua ideia ou possibilidade como sendo a melhor. Nessas horas, além de garantir que a conversa seja tranquila, é importante fazer duas coisas: 1) entender o porquê cada pessoa vê determinada ideia como sendo a melhor; 2) usar a criatividade para construir novas possibilidades, em conjunto, que sejam capazes de unir ou aproximar as razões que levaram às preferências opostas.

Por exemplo: se uma pessoa entende que o melhor seria casar na praia, mas a outra insiste que essa não é uma boa ideia, é importante entender o porquê cada uma pensa dessa forma. De repente, uma pessoa quer casar na praia porque deseja uma cerimônia em contato com a natureza e a outra não quer casar na praia porque tem receio do deslocamento e hospedagem dos convidados. Quem sabe, com um pouco de criatividade em uma conversa tranquila, elas cheguem em uma solução que resolva a preocupação de uma e atenda a vontade da outra, seja escolhendo um espaço ao ar livre com um belo gramado mais próximo à cidade ou encontrando um espaço em uma praia que tenha hotéis de fácil acesso.

Receba presentes em dinheiro de forma divertida e fácil

3. Compartilhem as informações e dividam as tarefas

Todos nós temos vários compromissos pessoais e profissionais ao longo da semana e, por mais gratificante e divertido que possa ser planejar o casamento, é importante encontrar uma forma sustentável de fazer isso. Ninguém precisa ficar sobrecarregado nesse momento, por isso compartilhar as informações entre vocês e dividir as tarefas é fundamental.

É claro que vocês vão conversar bastante sobre todos os detalhes, sobre os fornecedores, sobre as possibilidades e opções disponíveis etc. Mas quando dizemos compartilhar, nossa intenção é sugerir que vocês, além de conversar, também registrem as informações de forma que elas possam ser acessadas facilmente por ambos.

Por exemplo: ter uma planilha compartilhada que contenha a lista de fornecedores organizados por situação, preço e tipo de serviço, pode ajudar na hora de decidir a melhor opção. Ou, então, ter uma lista de convidados compartilhada também pode facilitar caso uma pessoa se lembre de alguém que ainda não está listado.. Ter as informações compartilhadas entre vocês é fundamental para dividir as tarefas e não sobrecarregar ninguém.

Na hora de entrar em contato com fornecedores, vocês perceberão que a lista tomará várias linhas rapidamente. Se para cada item vocês pedirem apenas três orçamentos, imaginem a quantidade de telefones, emails e perfis de Instagram que terão para organizar e interagir. Por isso, para que consigam dividir a tarefa de, por exemplo, entrar em contato com fornecedores para pedir orçamentos, é importante que tenham essas informações compartilhadas entre vocês para que possam manter tudo organizado e atualizado. Assim, na hora em que precisarem escolher um fornecedor, a tarefa ficará muito mais fácil e rápida.

Planejar um casamento é trabalhoso. Às vezes pode ser cansativo e dar várias dores de cabeça. Mas isso não precisa ser assim! Se vocês conversarem bastante, tendo o cuidado de escutar as opiniões um do outro, tiverem uma atitude criativa e sincera na hora de explicar suas ideias e encontrar novas possibilidades e compartilharem as informações e as tarefas entre si, além do desafio de planejar o casamento ficar mais leve, poderão usar os aprendizados para outros grandes projetos que farão juntos!